Após ser exposta por Kim Kardashian, Taylor Swift tenta justificar investida contra Kanye West!

20:00
Kim Kardashian provou que Taylor Swift não só autorizou, como encorajou Kanye West a citá-la no polêmico single "Famous" dele nessa madrugada (18) por meio do Snapchat, e a popstar entrou em uma grande saia justa. Tentando justificar sua investida contra o rapper no Grammy, na qual ela se colocou como grande vítima dele, a cantora divulgou nota no Facebook dizendo que não disse em nenhum momento que autorizou Yeezy a se referir a ela como "bitch".

- Kim Kardashian divulga vídeo provando que Taylor Swift encorajou Kanye West a citá-la em "Famous"

Veja só o que ela falou:


"Onde está o vídeo do Kanye dizendo que ia me chamar de 'vadia' nessa música? Ele não existe, porque essa parte ele nunca me contou. Você não pode controlar a resposta emocional de uma pessoa quando chama ela de 'vadia' pro mundo todo ouvir. É claro que eu quis gostar da música. Eu queria acreditar no Kanye quando ele disse que eu iria amar a música. Eu queria que a gente tivesse uma relação amigável. Ele me prometeu me mostrar a música completa, mas isso nunca aconteceu. Enquanto eu tentei apoiá-lo na ligação, você não pode realmente 'aprovar' uma música que nunca ouviu. Ser falsamente acusada de mentirosa quando eu nunca soube da história completa ou tive qualquer envolvimento com a música em si é falso testemunho. Eu gostaria muito de ser excluída dessa narrativa – uma da qual eu nunca pedi para fazer parte, desde 2009".


Certa ou errada, vale destacar o fato de que o termo "bitch" ("vadia") na cultura americana não é tão pesado como aqui no Brasil, e diversos rappers usam ele até mesmo para se referirem as suas companheiras, como é o caso do Kanye West. Outro grande ponto nessa confusão é que Taylor Swift disse em tom sério no Grammy que Yeezy não é responsável por sua fama, mas a ligação prova exatamente o contrario, o que deixa ela em grande contradição.

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »