Kangamba doará mais de 40 toneladas de medicamentos

01:59



As Organizações Kabuscorp do Palanca vão doar, a partir da próxima semana, a vários hospitais públicos da periferia de Luanda, cerca de 40 toneladas de medicamentos, material gastável, de higiene e alimentos, com vista a minimizar a carência das necessidades nessas unidades.

O seu presidente, Bento dos Santos “Kangamba”, disse ontem à Angop no distrito urbano da Ingombota, nesta cidade, que entre as doações constam principalmente medicamentos de combate à malária, seringas, agulhas, balões de soros e algodão.
De acordo com o empresário, a oferta surge em resposta ao apelo que a sociedade tem feito em virtude das elevadas mortes que se têm registado nos hospitais, em Luanda, por várias enfermidades, com realce para febre amarela e paludismo, onde as principais vítimas são as crianças.

Na ocasião, lançou um repto à classe empresarial a apoiar os hospitais sempre que possível, por forma a ajudar a salvar vidas, bem como minorar a carência de materiais gastáveis nessas unidades, alimentação e medicamentos.

Enfatizou que é papel dos empresários, além de pagar impostos, intervir sempre que possível em auxílio ao Governo na resolução de problemas sociais que se justifiquem.

Incentivou ainda os homens de negócios a auxiliar a administração local e o Governo da província no combate aos focos de lixo que proliferam na circunscrição.

Igualmente secretário do comité de Luanda para organização periférica e rural do MPLA, disse que “devemos ser mais patriotas e transmitir orientações e procedimentos que levem os militantes, simpatizantes e amigos a comportarem-se de forma cívica e democrática, ajudando os mais necessitados.

Disse que acima de tudo está o patriotismo, a unidade entre os angolanos, a transparência e o respeito mútuo.

Assegurou que os programas de governação continuam a reflectir necessariamente na resolução dos problemas sociais das famílias, nomeadamente o combate à pobreza, o aumento de infra-estruturas escolares e hospitalares, mas existe a necessidade do auxílio dos empresários para a concretização dos objectivos, porque por si só o governo não poderá resolver todos os problemas.

Bento Kangamba recordou que as prioridades do governo do MPLA para o quinquénio 2012/2017 assentam em seis grandes eixos, nomeadamente “Consolidar a paz, reforçar a democracia e preservar a unidade e a coesão nacional”, “Garantir os pressupostos básicos necessários ao desenvolvimento”, “Melhorar a qualidade de vida dos angolanos” e “Elevar a inserção da juventude na vida activa”.

Share this

Related Posts

Previous
Next Post »